quarta-feira, 26 de abril de 2017

Superintendência de Cultura e Sedesc criam projeto de reciclagem de pneus

Através de parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedesc), e a Superintendência Municipal de Cultura foi criado o projeto denominado “Evolução da Roda”, que inicialmente vai beneficiar os CRAS (Centros de Referência em Assistência Social) dos bairros São Vicente de Paula e Alto Santa Maria.


O objetivo do projeto é utilizar pneus velhos e transformá-los em obras de arte, bem como envolver os jovens dos bairros beneficiados em atividades que, além de tirá-los da ociosidade, dando uma ocupação, ajudarão a diminuir a poluição e demais problemas ambientais, causados por pneus abandonados em vias públicas.


A supervisora do projeto, Priscila Portela, explica que o projeto é direcionado às pessoas socialmente vulneráveis, principalmente aquelas que vagam ociosamente pelo centro da cidade. “Usaremos os pneus para construir objetos que possam ser utilizados como decorações para os próprios CRAS e até em praças. Vamos tentar tirar o foco dessas pessoas que estão em vulnerabilidade social, direcionando-as a diversas atividades, como pintura e outras que possam ser desenvolvidas envolvendo pneus”, disse Priscila.


A secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania, Adalgisa Moraes Souza, relatou que esse projeto é muito interessante, porque tira pneus velhos das ruas, que podem até provocar doenças nas pessoas devido ao acumulo de água parada, virando criadouros do mosquito aedes aegypti, causador da dengue.


“Vamos transformar esses pneus retirados do lixo em brinquedos, cadeiras, mesas e outras coisas que poderão ser aproveitadas. Nós iremos proteger o meio ambiente e também profissionalizar os cidadãos, porque eles vão transformar pneus em objetos que as famílias necessitam e vão adquirir. Eles vão aprender uma profissão e serão capazes de ir para frente, produzirem em casa, adquirirem renda maior e terem uma vida melhor”, afirmou a secretária.


O projeto “Evolução” da Roda tem o prazo de dois meses para ser iniciado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esses comentários não refletem a opinião do Blogueiro.

Total de visualizações de página