sábado, 15 de julho de 2017

opinião : CEIR ficará mesmo na maquete?

Sobre a construção do CEIR em Parnaíba


O governador do estado, Wellington Dias, o secretário de saúde Florentino Neto e sua comitiva vieram a Parnaíba no início do mês sentar uma placa e inaugurar a assinatura de uma ordem de serviço.

Isso mesmo. A construção do Centro Integrado de Especialidade em Reabilitação até momento não passou de uma placa, uma maquete e um papel assinado com a ordem de serviço.

Na prática, apenas a limpeza do terreno foi efetuada. No local, não há uma máquina, um só homem trabalhando e sequer canteiro de obras foi instalado.

O motivo da ação instantânea do governo do estado em vir a Parnaíba e montar todo esse teatro para a população é de fácil compreensão.

O primeiro é sem dúvida por razões eleitorais. A proximidade das eleições faz com que o governador tente mostrar serviço para a população parnaibana na tentativa de resgatar sua popularidade desgastada pela ineficiência e má gestão principalmente em saúde e segurança pública na nossa cidade.

O segundo motivo é que o terreno para a construção da citada obra é de propriedade do município de Parnaíba e fora doado ao estado na condição de que este construisse o centro no prazo de dois anos. Prazo esse que se exauriu no último dia 01 de julho.

Ou seja, temendo ter que devolver o terreno à prefeitura de Parnaíba por não ter sido capaz de em dois anos efetua a construção do CEIR, o governador agiu às pressas para tentar mostra a população que estava cumprindo a determinação legal.

Na prática, a população parnaibana teme que esta seja apenas mais uma maquete para a coleção do governador que só visita a cidade para fazer promessas, anunciar obras e pedir votos.

O que entrega em troca não passa de desilusão.

Por: Eliaquim Nunes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esses comentários não refletem a opinião do Blogueiro.

Total de visualizações de página