terça-feira, 11 de abril de 2017

UBS do Colina do Alvorada I é inaugurada na celebração dos 100 dias de governo Mão Santa


Nestes 100 dias de governo, comemorados nesta segunda-feira (10) o prefeito Mão Santa e o secretário de Saúde, Valdir Aragão, celebraram a data entregando para a população do Conjunto Colina do Alvorada 1, no bairro João XXIII, a tão aguardada e solicitada Unidade Básica de Saúde (UBS), construída e abandonada há três anos pela então gestão petista.


O prédio leva o nome do médico “Mariano Lucas de Sousa”, pioneiro no tratamento dos primeiros pacientes parnaibanos com hanseníase, na área denominada antigamente de “leprosário”. A vaga de médico do posto de saúde será ocupada pelo filho do homenageado, Mariano Filho, que seguiu os passos do pai na medicina e que, de acordo com Mão Santa e Valdir Aragão, dará mais uma grande contribuição para a sociedade parnaibana.


Em um discurso inflamado, o prefeito, que é um dos maiores médicos do Estado, anunciou que amanhã (11), no primeiro dia de expediente do posto, irá pessoalmente atender os pacientes a partir das 7:00 para dar o exemplo.


“Palavra sem exemplo é um tiro sem bala. O exemplo arrasta, já dizia o padre Antônio Vieira. Eu procuro dar o exemplo de serviço ao povo para os meus colegas. No meu governo a pessoa mais importante na saúde é o paciente; e em segundo lugar, o médico. Todos precisam ter esse entrosamento. Médico e pacientes precisam dialogar e os pacientes devem confiar na solução e diagnóstico do profissional”, ponderou o prefeito.

Para Aragão, a saúde pública de Parnaíba está caminhando a passos largos e adiantou que mais empreendimentos e melhorias estão por vir. “Essa é mais uma missão cumprida que servirá a nossa população com qualidade. Prometemos em campanha valorizar a nossa saúde e estamos lutando diariamente para honrarmos esse compromisso porque a saúde é direito de cada cidadão”, afirmou o secretário.


A dona de casa Amélia Santos lembrou do sofrimento que passou enquanto o posto permaneceu fechado, tendo que sofrer inúmeros constrangimentos na busca por uma consulta. Os moradores do conjunto eram orientados a buscar uma vaga no posto de saúde do bairro João XXIII, mas só haviam duas vagas disponíveis para a região. “Ficávamos jogados de um lado para o outro. Quando a gente chegava no posto do João XXIII só tinham duas vagas e a gente ainda era humilhado para conseguir ser atendido. Tinha vezes que eu ia para o posto da prefeitura, mas fica muito longe daqui. Agora com um posto na nossa região essa situação vai mudar”, comemorou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esses comentários não refletem a opinião do Blogueiro.

Total de visualizações de página