sábado, 18 de março de 2017

Procon promove reunião com gerentes do Banco do Brasil: Na pauta a ineficiência no atendimento ao público

O Procon Municipal, à frente a Secretária Executiva Rosângela Mourão,juntamente com os gerentes do Banco do Brasil, Aírton Alencar Neiva (agência Centro) e Daniel Amaral de Azevedo (agência Delta) estiveram reunidos ontem, na sede do órgão, para tratar do descumprimento da lei municipal 1.941/2003, que dispõe sobre o tempo razoável de atendimento aos clientes no município de Parnaíba,  tempo este estipulado em 30 minutos, em dias normais e 45 minutos em dias que antecedem feriado e após dias de pagamento. Também foi tratado ineficiência dos caixas eletrônicos distribuídos em toda a cidade.
“É inaceitável se passar de 3 a 4 horas para resolver um serviço mínimo no banco”, observou a secretária Rosângela, informando que, em função do mal atendimento ao público, já são cerca de 30 processos em andamento no Procon contra as agências do banco.

Os gerentes, por sua vez, assumiram que não há como obedecer as exigências da lei, “por conta das características de cada atendimento”. E citaram, como exemplo, as operações imobiliárias e o Fies. Quanto ao atendimento dos caixas eletrônicos eles informaram que “por mais que que tenham orientações, de outros canais alternativos, os consumidores preferem o atendimento convencional junto ao banco, formando um grande fluxo de clientes”.

Disseram ainda os gerentes que já solicitaram de forma informal a instalação de terminais de caixas eletrônicos no Quartel do 2º BPM e na Câmara de vereadores mas não obtiveram resposta. Dos 20 caixas eletrônicos que haviam na cidade, por conta das explosões e assaltos havidos, o número foi reduzido.

Outro problema levando na reunião foi a situação de um elevador existente na agência central, que passou vários meses sem funcionar. A informação foi a de que o problema foi sanado e que a citada agência ganhou dois novos elevadores que já estão em pleno funcionamento.

Por outro os gerentes informaram a existência atualmente de 6 caixas eletrônicos 24 horas à disposição dos consumidores e que não existem custos da sua utilização pelos clientes. Eles disseram também que o todo dia os terminais são abastecidos e que em dias de pico e pagamentos há dificuldades por conta da demanda, como na segunda-feira, por exemplo.

Foi definido que será notificada a Tec-Ban – Tecnologia Bancária S/A para participar de nova reunião, juntamente com os representantes da duas agências locais do BB, em datar ainda a ser marcada.

Além da secretária Rosângela Mourão, da equipe do Procon participaram da reunião: Bruna Nercklose Rocha, diretora de assuntos jurídicos; Aline Veras Fonseca, conciliadora do Procon, além dos gerentes Airton Neiva e Daniel Azevedo.
(Sup. de Comunicação-PMP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esses comentários não refletem a opinião do Blogueiro.

Total de visualizações de página